O Potencial escondido do Tomate Verde

O tomate é um dos alimentos de origem vegetal mais populares em todo o mundo. Todos os anos são produzidas e utilizadas toneladas de tomates nas mais variadas formas e nos mais variados pratos: em sopas, molhos,  saladas, assados, cozidos – tanto pelos consumidores, como pela própria indústria.

O tomate vermelho é sem dúvida o mais conhecido e mais utilizado para todos estes fins, e o cultivo deste alimento nas quantidades em que este é requisitado, infelizmente, também tem um efeito secundário menos apetecível: o desperdício.

Na altura da colheita do tomate, as toneladas de tomates verdes produzidas são rejeitadas pela indústria, devido ao facto de não serem vermelhos, não cumprindo com os requisitos da mesma. Isto faz com que toneladas e toneladas de tomates verdes sejam desperdiçadas todos os anos.

O Tomate Verde faz mal à Saúde?

Há algum receio em relação ao consumo do tomate verde – não confundir com a espécie de tomate verde em si, mas o tomate vermelho não amadurecido – devido a uma substância que se pode encontrar nele e que pode ser tóxica: a solanina.

Encontra-se normalmente em maior concentração debaixo da casca do tomate, em maior concentração ainda se o tomate for verde. No entanto, é uma substância tóxica presente em muitos outros alimentos, como a batata, a beringela, e outros vegetais da família das solanáceas, e seria preciso ingerir uma quantidade considerável destes para ter um efeito realmente tóxico no corpo.

Como podemos utilizar o Tomate Verde?

Há formas de reduzir o impacto da solanina na nossa saúde, como por exemplo a fermentação.

Desta forma, o tomate verde pode ser usado com toda a segurança em molhos, chutneys, marmeladas, conservas, e ainda tem a vantagem de ser probiótico, graças ao processo de fermentação antes da sua utilização.

Há, também, muitos países onde os tomates verdes são utilizados em pratos típicos de certas regiões. Uma dessas conhecidas receitas até deu origem a um filme nos anos 90, chamado “Tomates Verdes Fritos”.

Receita de Tomates Verdes Fritos à Americana

Se fosse feita uma lista dos pratos típicos do sul dos Estados Unidos da América, os tomates verdes fritos seriam, sem dúvida, mencionados com destaque. Os habitantes do sul dos Estados Unidos já fritam tomates verdes há muito, mas este prato tornou-se popular a nível nacional graças a um livro lançado no final da década de 80, chamado “Fried Green Tomatoes at the Whistle Stop Cafe”, escrito por Fannie Flagg. O título do livro traduz-se para “Tomates Verdes Fritos no Café Whistle Stop”.

Ingredientes:

4 tomates verdes

Sal (a gosto)

Pimenta preta moída na hora (a gosto)

Gordura de Bacon ou algum tipo de óleo para fritar

1 chávena de farinha de milho

2 ovos grandes

Como Fazer:

  • Cortar os tomates em fatias com cerca de 1cm ou 1,5cm de largura. Temperar com sal e pimenta a gosto.
  • Deixar as fatias de tomate a temperar e depois secá-las com papel de cozinha
  • Colocar numa frigideira cerca de 1cm de óleo para fritar sobre lume médio
  • Colocar a farinha de milho numa taça pouco funda
  • Noutra taça, bater os ovos
  • Passar as fatias de tomate pelos ovos e depois pela farinha de milho até estarem completamente cobertas
  • Quando o óleo estiver quente, fritar as fatias de tomate até estarem douradas, virando-as gentilmente quando necessário até ambos os lados estarem iguais.
  • Coloque as fatias de tomate fritas sobre papel de cozinha e depois deixe-as num suporte até arrefecer para servir

Podem ser servidos como tapas ou acompanhamento.